A política e a cultura de Campina de luto com a morte do vereador Lula Cabral

Geral

15/05/2018 às 11h30

A política e a cultura de Campina de luto com a morte do vereador Lula Cabral

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 437 VEZES

CAMPINA GRANDE- Faleceu na manhã desta terça-feira (15) na clínica Santa Clara, aos 71 anos, o vereador, Antonio Luiz Cabral, que também presidia o PMB Municipal.

 

Lula Cabral, como era conhecido no meio político, lutava há alguns meses contra um câncer que o deixou com a saúde bastante fragilizada a ponto dele ficar de cadeira de rodas.

 

Porem mesmo assim, ele era bastante assíduo nas sessões ordinárias realizadas na Casa de Félix Araújo.

 

Bastante ligado aos movimentos culturais, Lula ocupou a secretaria Municipal de cultura no primeiro Governo de Romero Rodrigues (PSDB).

 

Trajetória política

 

De acordo com os anais do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Lula se elegeu vereador pela primeira vez na Rainha da Borborema, em 1992, ao obter 1.437 votos pelo PSDB.

 

Quatro anos mais tarde, em 1996, apesar de ter aumentado a sua votação para 1.892 escrutínios, Lula não conseguiu se reeleger, ficando na suplência.

 

Em 2008, após um período de hibernação política, Lula volta a disputar uma eleição para vereador, desta vez pelo PTdoB, hoje Avante, mas ficou na suplência com 1.709 sufrágios.

 

Mas em 2012, desta vez no PRB, Lula finalmente volta a ocupar uma cadeira na Câmara como titular do mandato, haja vista que foi eleito com 1.936 votos.

 

Na eleição de 2016, no PMB, Lula obteve a maior votação de sua carreira política para a vereança, ao receber  2.177 sufrágios, sendo reeleito, mandato que, por força maior, é interrompido.

 

A Câmara Municipal realizava sessão ordinária, quando chegou a triste notícia da morte de Lula e a presidente, Ivonete Ludgério (PSD), imediatamente encerrou os trabalhos e, juntamente com os demais vereadores, foram à clínica.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook