Governador chuta o pau da barraca e não aceita Ricardo no comando do PSB

Politica

10/09/2019 às 09h19

Governador chuta o pau da barraca e não aceita Ricardo no comando do PSB

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 344 VEZES

O governador, João Azevêdo, além do presidente da Assembléia Legislativa, Adriano Galdino, subscreveram uma carta enviada à direção Nacional do PSB, onde rechaçam veementemente a troca de comando da legenda na Paraíba.

 

Segundo a missiva, não há motivos para a interdição no partido e que a celeuma começou quando o atual presidente Estadual do 40, Edvaldo Rosas, foi convidado pelo governador para titularizar a casa civil, em lugar de Nonato Bandeira, designado para a secretaria de comunicação em lugar de Luis Torres.

 

As deputadas, Cida Ramos e Estela Bezerra, entabularem o couro de "fora Rosas" e Fábio Maia saiu com uma lista captando assinaturas dos diretorianos para dissolver o diretório do PSB na Paraíba e eleger um novo presidente.

 

Nesta segunda-feira (9), ocorreu uma reunião na sede dos girassóis em Brasília, para tratar da questão, mas João nem foi tampouco enviou representante.

 

O ex-governador, Ricardo Coutinho (2011 - 2018), estava presente e, de quebra, assumiu a presidência da comissão provisória da sigla no Estado, tendo o governador na vice-presidencia, o senador, Veneziano Vital do Rego, secretário geral, Márcia Lucena, prefeita do Conde, fica na primeira secretaria, Fábio Maia, secretário de finanças, Valquíria Souza e Edvaldo Rosas, ocuparão as secretarias especiais.

 

A comissão provisória vale por 120 dias, para que haja novas eleições.

 

Trocando em miúdos: João e Ricardo, seguem caminhos diferentes a partir de agora e, conforme antecipou este portal, ambos não comerão juntos o peru de natal.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook