Preso em Catolé do Rocha suspeito de quádruplo homicídio e ocultação de cadáver

Policial

09/03/2018 às 22h26

Preso em Catolé do Rocha suspeito de quádruplo homicídio e ocultação de cadáver

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 440 VEZES

CATOLÉ DO ROCHA - Uma ação investigativa do Grupo Tático Especial, da Polícia Civil da Paraíba, por meio da 18ª Delegacia Seccional, com sede na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, prendeu, na tarde desta quinta-feira (8), naquela região, Vanil da Silva Oliveira, conhecido por “Miojo”, que teria participado, juntamente com outros, de um quádruplo homicídio e de ocultação de cadáveres, fato ocorrido no ano de 1999, na cidade de Santo André, no Estado de São Paulo.

 

Conforme informações do delegado seccional Sylvio Rabello, a motivação do crime teria sido por conta de uma colisão de trânsito e sua respectiva recusa por parte das vítimas em pagar os danos.

 

Revoltados, os apontados se juntaram e mataram primeiramente Wanderlei Pereira com disparo de arma de fogo e carbonizaram o corpo no interior de um carro.

 

Em seguida, ainda não satisfeitos, foram atrás de mais três vítimas, que após localizarem, efetuaram disparos em Eduardo Pereira, Paulo José Lima e Marcelio da Silva e os colocaram também no interior de um veículo e atearam fogo.

 

Ainda segundo o delegado, uma das vítimas foi carbonizada viva. Os demais apontados ainda estão foragidos, no entanto a Polícia Civil encontra-se nas diligências, no intuito de capturá-los.

 

“A equipe do Grupo Tático Especial (GTE), já vinha investigando e estava no encalço do homicida há dias e com sucesso foi o mesmo localizado e preso há horas atrás. Quanto aos outros estamos trabalhando para prendê-los”, ressalta Sylvio.

 

O preso foi recolhido para a unidade de polícia, onde aguarda audiência de custódia.

Comentários

Veja também

Facebook