Quarta, 18 de Maio de 2022 04:22
83 99120 2248
Política A voltadoquenãofoi

Depois de ensaiar apoio a João Azevêdo, deputado decide ficar com Pedro Cunha Lima para governador

Manoel Ludgério é aliado histórico do grupo Cunha Lima e só estava com João a mando de Romero Rodrigues

04/05/2022 17h06 Atualizada há 2 semanas
Por: Heleno Lima
Depois de ensaiar apoio a João Azevêdo, deputado decide ficar com Pedro Cunha Lima para governador

Depois de ensaiar uma aliança com o governador João Azevêdo (PSB), o deputado Estadual Manoel Ludgério (PSDB), recuou no apagar das luzes da janela partidária e decidiu marchar com a pré-candidatura de Pedro Cunha Lima (PSDB) rumo ao Palácio da Redenção.

Ele estava no cordão do governador a mando do ex-prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSC), que queria ser o pré-candidato a vice-governador na chapa de João.

Mas como Romero não conseguiu levar a maior parte do grupo para as hostes governista, o governador perdeu o interesse na aliança e o Mago de Galante se viu obrigado a recuar, trazendo consigo Ludgério, que é seu aliado histórico.

"Esta é a reafirmação da nossa história de luta pela Paraíba. Pedro tem demonstrado compromisso em fortalecer nosso Estado. Vamos trabalhar juntos para garantir o desenvolvimento do Cariri, com a chegada das águas do Rio São Francisco. É hora de investir no perímetro irrigado de Boqueirão, ampliar as ações para os municípios ribeirinhos, como São Domingos, Caraúbas, Barra de Santana e toda região. Precisamos desenvolver nossas vocações, como a criação de camarão de Salgado de São Félix e Itabaiana. Garantir uma gestão estadual com maior presença nos municípios, potencializando nossa economia e garantindo mais oportunidades para todos", disse o deputado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.