Domingo, 26 de Junho de 2022 11:04
83 99120 2248
Polícia R$ 70 MIL DE DÍVIDA!

Agropecuarista é preso em Picuí por falta de pagamento de pensão alimentícia da filha

Sérgio Lins Borba é pernambucano e foi parado pela PM numa abordagem de rotina

31/05/2022 22h51 Atualizada há 4 semanas
Por: Heleno Lima
Agropecuarista é preso em Picuí por falta de pagamento de pensão alimentícia da filha

O agropecuarista Sérgio Lins Borba, foi preso no início da tarde desta terça-feira (31) na cidade de Picui, por falta de pagamento de pensão alimentícia a uma filha que reside em Recife.

Segundo ele próprio teria confessado aos policiais militares que efetuaram a prisão, a dívida já ultrapassa a cifra dos R$ 70 mil, haja vista que a pensão alimentícia está atrasada desde agosto de 2020.

Relatos obtidos pelo helenolima.com, dão conta de que Sérgio estava em Picui visitando algumas propriedades rurais que ele possui neste municipio do Seridó paraibano, quando foi parado por policiais militares da guarnição da Força Tática,  comandada pelo sargento Eleutério, que o abordaram para averiguação porque o carro que ele estava tinha placas de outra localidade.

Ao analisar a documentação pessoal do agropecuarista, verificou-se que contra ele havia um mandado de prisão, expedido pelo juízo da 11ª Vara de Família e Registro Civil da Capital do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE).

A prisão civil tem um prazo de 30 dias, mas Sérgio poderá ser posto em liberdade antes, desde que pague a dívida alimentícia.

Sérgio também tem propriedade rural entre Itatuba e Ingá, no Agreste da Paraíba.

Ele está recolhido na Delegacia de Polícia Civil (DPC) da cidade de Picuí, aguardando a transferência nesta quarta-feira (1/6), provavelmente para o presídio do Monte Santo, em Campina Grande, que é para onde é enviado presos por pensão alimentícia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.