Domingo, 26 de Junho de 2022 11:09
83 99120 2248
Dólar comercial R$ 5,24 0%
Euro R$ 5,53 0%
Peso Argentino R$ 0,04 -0.009%
Bitcoin R$ 118.598,85 +0.152%
Bovespa 98.672,26 pontos +0.6%
Economia CULTURA!

Primeira-dama do Estado visita Salão do Artesanato em Campina e destaca investimentos no setor

Ana Maria Lins destaca o evento como mais um momento importante para divulgação e comercialização do artesanato paraibano

14/06/2022 21h47 Atualizada há 2 semanas
Por: Heleno Lima
Primeira-dama do Estado visita Salão do Artesanato em Campina e destaca investimentos no setor

A primeira-dama do Estado e presidente de Honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), Ana Maria Lins, visitou, nesta quarta-feira (14), o 34° Salão do Artesanato Paraibano, que está sendo realizado até o dia 8 de julho no Museu de Arte Contemporânea (MAC)/Unifacisa, em Campina Grande. 
 
Ana Maria Lins destaca o evento como mais um momento importante para divulgação e comercialização do artesanato paraibano.

"O 34° Salão do Artesanato vem em um grande momento para o segmento, que tem recebido investimentos do Governo do Estado, tem recebido grandes parcerias, como a que firmamos com o Shopping Partage. O artesanato é cultura, que gera renda e ocupação", afirma.
 
Em sua 34ª edição, o evento homenageia o bordado, com o tema "Bordados que contam histórias".

A previsão é que passem pelo Salão, que prossegue até 8 de julho, das 15 as 22 horas, um público estimado em 100 mil pessoas.

Desde a abertura, na quarta-feira (8), até o momento, foram comercializados mais de R$ 125 mil. 
 
Além do bordado, a tipologia homenageada, quem visitar o Salão do Artesanato de Campina Grande vai encontrar diversas outras tipologias, como o patchwork, confeccionado pela artesã Maria das Graças da Silva, de João Pessoa.

"Estamos gostando, a movimentação está dentro da nossa expectativa, mas espero que melhore ainda mais", comenta. 
 
A socióloga Eliane Diniz é de Campina Grande, mas atualmente mora em Salvador.

Ela ficou encantada com as peças expostas. "Eu acho esse evento maravilhoso, pois apresenta o que há de mais genuíno no artesanato paraibano.

O espaço está muito bem montado, organizado, essas artesãs com uma peça de uma riqueza que só na Paraíba mesmo", disse, fazendo referência às artesãs e artesãos do bordado, que estão sendo homenageados.
 
Solidariedade e sustentabilidade

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, conheceu ainda o ponto de arrecadação montado no hall de entrada do Salão do Artesanato, cujos donativos serão doados a entidades de Campina Grande. 
 
Uma das instituições parceiras é o Hospital Padre Zé.

A Fundação Padre Zé funciona em nível estadual.

"O nosso papel aqui é arrecadar esses alimentos e repassá-los à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano que, por sua vez, vai fazer a distribuição com entidades aqui de Campina Grande", explica o presidente da Fundação, padre Egídio Carvalho, conclamando a população a fazer a doação de um quilo de alimento não perecível. 
 
Além de abraçar a solidariedade, o 34° Salão do Artesanato abre espaço também para a sustentabilidade.

Durante o evento, é proibido o uso de sacolas de plástico e canudos. 
 
O Salão do Artesanato Paraibano é uma realização do Governo do Estado, em parceria com: Sebrae, Unifacisa, Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Empreender-PB, Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep), Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), São Braz, Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), manacá - plantas e projetos, O Resgate, Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), Procon-PB, Rede Ita, Fundação Pedro Américo, Fundação Espaço Cultural (Funesc) e Hospital Padre Zé.
 
Serviço: 

34° Salão do Artesanto 

Local : Museu de Arte Contemporânea (MAC)/Unifacisa - Campina Grande 

Período : 8/6 a 3/7

Horário :  15h às 22h 

Tema : "Bordados que contam histórias"

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.