18°C 26°C
Campina Grande, PB
Publicidade

Tenorense ainda continua desaparecido e deixa familiares aflitos e angustiados

Ginaldo Clementino de Azevedo foi visto pela última vez na noite de 15 de maio no mercado público da cidade

23/05/2024 às 11h28 Atualizada em 23/05/2024 às 18h54
Por: Heleno Lima
Compartilhe:
Tenorense ainda continua desaparecido e deixa familiares aflitos e angustiados

A angústia está tomando conta da família de Ginaldo Clementino de Azevedo, desaparecido desde o dia 15 deste mês, na pequena e pacata cidade de Tenório.

Continua após a publicidade
Anúncio

A priori, uma adolescente de 14 anos, teria dito que Ginaldo tinha sido assassinado e o seu corpo jogado dentro do Açude da Rua.

Porem na tarde de segunda-feira (20)os Bombeiros fizeram uma busca no manancial, mas não conseguiram localizar o corpo, aumentando ainda mais o mistério.

A Polícia Civil (PC) chegou a deter duas pessoas para averiguação, mas foram liberadas algumas horas depois.

Alguns populares se reuniram e, por conta própria, foram vê se encontravam algum indício de que o corpo de Ginaldo pudesse está enterrado em alguma vala nas cercanias da cidade, mas também nada encontraram.

A PC segue investigando esse desaparecimento misterioso que está deixando a população de Tenório, uma pequena cidade de aproximadamente 3 mil habitantes, localizada a Oeste da Paraíba, na divisa com o Rio Grande do Norte, aflita.

De concreto mesmo, sabe-se que Ginaldo foi visto pela última vez no mercado público no centro da cidade, na noite de quarta-feira, dia 15 de maio.

Aguarde mais informações sobre o ocorrido a qualquer momento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.